Projeto Vendedor Colômbia: a maior iniciativa do Brazilian Furniture nos últimos anos

A Missão Comercial à Colômbia com abrangência a outros países da América do Sul, como, Chile, Peru, Equador e Bolívia, contou com a participação de 33 empresas brasileiras participantes do Projeto Brazilian Furniture, uma iniciativa da ABIMÓVEL e Apex-Brasil, de internacionalização da indústria do mobiliário. 

Durante três dias, as empresas brasileiras tiveram acesso a uma programação de inteligência comercial e de geração de negócios.

No primeiro dia, 25 de outubro, a pauta foi realizada em duas etapas: a primeira um Seminário de Inteligência, com a participação da Chefe do SECOM da Embaixada brasileira, Berta Gadelha, com a executiva do escritório da Apex-Brasil para América do Sul, Camila Rey, pelo consultor de negócios da Broggini, Marco Franke, de dois arquitetos que abordaram tendências de mobiliário para residências e espaços corporativos  e, por fim, uma apresentação institucional do SENA, uma instituição de profissionalização operacional e gestão para a indústria.

No período da tarde, as empresas realizaram uma Agenda de Visitas  Técnicas e Comerciais guiadas a importantes redes varejistas - Homecenter e Tugó -, e a ruas especializadas, em venda de móveis, como a calle 109.

Nos dois dias seguintes, a programação foi composta por rodadas de negócios, entre as 33 empresas brasileiras e 34 compradores internacionais dos países acima mencionados. O resultado gerado foi a realização de 510 rodadas de negócios e uma estimativa de negócios em US$ 13,3 milhões de dólares, para os próximos 06 meses. 

Essa ação destaca-se como a maior iniciativa realizada nos últimos quatro anos pelo Projeto Brazilian Furniture, em relação ao número de empresas participantes e compradores convidados.

Esses resultados, se analisados criteriosamente, refletem a competitividade, potencialidade e o olhar estratégico da indústria de móveis no mercado internacional, e em especial para mercados   regionais como Colômbia, que teve um crescimento acumulado neste ano (até setembro de 2017) de 40,2%, além da Bolívia, que no mês de setembro de 2017, obteve um crescimento de 1937,4% nas importações de móveis de madeira e o Chile, que, no período,  totalizou um crescimento nas importações de estofados e colchões de 410,7% e mais de 1000%, respectivamente.

Rafael Moretti, da Santos Andirá Móveis, comemora os resultados obtidos nas rodadas de negócios: “o trabalho de toda a equipe foi muito bom, com a captação de todos os compradores, de acordo com o perfil das empresas do projeto. Satisfação em ter realizado muitos novos contatos.”  Roberta Farah, da Itatiaia Móveis, salienta a importância do Projeto Vendendo para os setores de exportação: “o Projeto Vendedor nos possibilitou conectar muitos importadores importantes e projetos como este são essenciais para o crescimento dos setores de exportação”, afirma.